Investimento de tempo: como gerenciar esse bem tão precioso?
usuario

Publicado por Jota

Investimento de tempo: como gerenciar esse bem tão precioso?


Ao pensarmos em fazer um investimento em alguma coisa, comumente pensamos direto nas finanças. Ou seja, pensamos em quanto de dinheiro precisaremos despender. Não é mesmo? Quando assim fazemos, nos esquecemos de que há também o investimento de tempo e energia que serão necessários para a obtenção do objetivo.

INVESTIMENTO DE TEMPO NÃO TEM RETORNO

O dinheiro e a energia, que nesse caso se refere ao esforço físico, são investimentos passíveis de retorno, seja completo ou parcial. Isso quer dizer que você pode ter de volta aquilo (ou parte) que você investiu no início da jornada, seja através do retorno de vendas, de patrocinadores, de uma boa soneca ou uma bela refeição. O tempo não.

VOCÊ CONSIDERA O TEMPO?

Diferentemente dos outros dois, o tempo é um fator irrecuperável. O que passou, passou, “restando” apenas o momento presente e os demais que estão por vir. Nada do que você faça pode trazer o tempo de volta! Nem ao menos um segundinho voltará.

Outras duas características importantes sobre o tempo é que ele é democrático e impossível de precificar.

TEMPO É DEMOCRÁTICO

O tempo é democrático porque ele é igual para todos. Não importa a sociedade em questão, a cultura, etnia, classe social, gênero, idade ou orientação sexual. Em qualquer canto do mundo, para cada cidadão, cada minuto tem 60 segundos, cada hora 60 minutos e cada dia 24 horas, correto? Curiosamente é rotineiro ouvir alguém dizer “não tenho tempo” enquanto outras pessoas têm.

TEMPO NÃO TEM PREÇO

O tempo é impossível de precificar. Seu valor é tão alto que fica intangível (preço e valor são coisas distintas). Você nesse momento está pronto para me perguntar: “mas Jota, se eu cobro meu serviço pela hora, meu tempo tem preço sim!”. Acertei? Você está errado, lamento. O seu serviço sim tem preço, e ocasionalmente você gasta algum tempo para executá-lo. Se você aumenta o seu valor agregado, o seu trabalho ganha um aumento de preço. Já o seu tempo não.

QUANTO VALE 10 ANOS DA SUA VIDA?

Para deixar isso ainda mais claro e matar essa sua dúvida de uma vez por todas, te convido a pensar na seguinte situação: imagine que o tempo possa sim ser comprado e uma pessoa extremamente rica lhe ofereça dinheiro para ter 10 anos de sua vida. Você vai vender 10 anos da sua expectativa de vida. Ou seja, você irá deixar de viver 10 anos. Supondo que você faleceria com 85 anos de idade, você então passaria a viver somente até os 75. Acompanhou até aqui? Você toparia vender esses dez anos de vida? Se sim, por quanto?

Acredito que se você verdadeiramente topasse vender esse tempo, isso seria feito por uma quantia bem maior do que você ganharia com seu trabalho em 20 anos, não é?

Após aprender que o tempo é seu maior ativo, que ele é democrático, imprecificável (sim, inventei essa palavra) e principalmente irrecuperável, a pergunta que quero deixar é: “Como você está investindo o seu tempo hoje?”.

TER TEMPO EXIGE PRIORIZAR

Você está priorizando as atividades realmente relevantes para conquistar seus objetivos? Daqui há alguns anos, quando olhar para trás, vai ter orgulho de como você lidou com o investimento de tempo ao longo da sua vida? Ou vai perceber que o desperdiçou com atividades dispensáveis ou com um trabalho que era uma pedra no seu sapato? Você evoluiu ou está no mesmo patamar (agora com uns anos a mais)?

Duas coisas que acho importante você levar para vida:

1) O que você quer conquistar amanhã começa a ser construído hoje. Afinal você não é imortal e o papo de “sou jovem, ainda tenho tempo” uma hora acaba.

2) Como dizia Benjamin Disraeli, “a vida é muito curta para ser pequena”.

Se você quer aprender a gerir melhor o seu tempo e ter uma produtividade nível A para conquistar mais, entre em “contato” na aba aqui em cima e vem comigo!

EBOOK: O GUIA PARA SEU TRABALHO VALER AINDA MAIS

Comentários

Comentário