Marcas Prometem
usuario

Publicado por Jota

Marcas Prometem


Você já se perguntou porque algumas marcas são tão queridas e respeitadas? Porque alguns profissionais têm filas de clientes enquanto outros, que possivelmente são tão bons quanto, estão matando cachorro a grito? É sobre um dos diferenciais desses cases que quero conversar com você.

Marcas são atalhos para a formação de opinião e consequente estabelecimento de confiança entre elas e os clientes. Por exemplo, quando você vê que um determinado produto é da Apple, automaticamente você forma um conceito sobre a qualidade ou desempenho daquele produto e já imagina que por ser da Apple ele deve ser bom. Certo?

Bom, e quando que uma marca consegue estabelecer esse elo de confiança com seus clientes? Quando ela cumpre as suas promessas.

Antes de dar continuidade

Saiba que você é uma marca também. Mesmo sendo um profissional liberal, não se engane, você é uma empresa ambulante e deve se portar como uma. Talvez você ainda não se veja como a Apple, mas faz sentido imaginar que se você não começar a se portar como o CEO da sua empresa, você de fato nunca terá o porte da Apple? Aliás, você já parou para notar que o próprio Steve Jobs era uma baita marca?

Toda marca faz, de forma explícita ou implícita, uma promessa ao seu público. Quanto mais a marca promete e mais ela entrega neste sentido, mais clientes fiéis ela vai ter e mais prospectos ela irá atrair, afinal de contas, todos que são comprometidos com sua palavra e honram o prometido são dignos de confiança, não acha?

Vamos imaginar que você tem um amigo que sempre fura os compromissos, que fala que vai fazer uma coisa e faz outra etc (todos temos um amigo assim. Se você não tem, talvez ele seja você. Rs). De 0 a 10, o quanto você confiaria nessa pessoa para fazer algo importante e que tenha impacto financeiro em sua vida?

Se você não cumpre suas promessas profissionais, como você espera ser uma marca confiável e desejada? Regra básica: se prometeu tem que cumprir.

Ok, até então você deve achar que estou chovendo no molhado, não é? Falando o óbvio. Mas o pulo do gato é o seguinte: a grande maioria dos profissionais liberais tem tanto medo de falhar que eles nem sequer fazem uma promessa! Seu público, seus clientes e talvez nem o profissional em si saibam o que ele de fato é capaz de fazer e oferecer.

Não vou nem entrar no mérito neste texto, vai ficar para um próximo artigo, mas desde já te convido a internalizar o seguinte pensamento: se você quer crescer e faturar mais grana, pare de vender horas por dinheiro e passe a vender resultados! E para vender resultados, adivinha, você tem que fazer uma promessa.

Claro, não adianta prometer qualquer coisa, lembre-se da regra básica: prometeu, tem que cumprir.

Reflita o seguinte

Se você fizer o melhor trabalho possível e seu melhor cliente também der o máximo empenho dele para atingir as metas, quais seriam os resultados alcançados? Está aí um ótimo ponto de partida para você começar a formular sua promessa.

É natural ter medo de prometer algo e acabar não honrando, mas deixa eu te contar, não fazer nenhuma promessa de resultados talvez seja tão ruim quanto para a sua marca. Já ouviu um jargão do futebol que diz que “o medo de perder tira a vontade de ganhar”? É a mesma coisa.

Você irá notar que apesar do medo, muito provavelmente você dará conta do recado (claro, se sua promessa for factível) e suas próximas promessas serão cada vez mais ousadas. À medida que isso acontecer você terá mais clientes te desejando e até mesmo cobrar bem mais caro, afinal os investimentos serão condizentes com o que você entrega.

Se você gostou do conteúdo deste texto, prometo que você vai adorar o que irá aprender no meu livro “O guia para seu trabalho valer ainda mais”! Um livro objetivo e prático para você começar, desde já, a aplicar no seu negócio conhecimentos importantes de mercado, gestão, valor e mais! Basta acessar o link www.coachjota.com.br/ para ter acesso ao livro!

Comentários

Comentário